Novidades

Sistema IFRS: Entenda alguns processos para que saldos contábeis nos balancetes e razão saiam de forma correta

17/10/2013

Primeira providência a ser tomada, após a configuração da adoção do IFRS é o ajuste nos tipos dos lançamentos contábeis anteriores. Importante observar que nas versões anteriores, para gerar os saldos contábeis, o sistema não levava em consideração o tipo do lançamento contábil, sendo que todos os lançamentos eram considerados como normais.

Com a implantação do IFRS o sistema passa a controlar separadamente os saldos dos lançamentos Societários e Fiscais, e nesta rotina o usuário poderá efetuar ajustes nos tipos dos lançamentos para que continuem sendo considerados nos saldos.

Lançamentos normais serão considerados em ambos os saldos, já lançamentos societários serão somados aos lançamentos normais quando o usuário optar por saldos societários e lançamentos fiscais serão somados aos lançamentos fiscais quando optar pelo saldo societário.

Exemplificando:

Se existia na contabilidade três lançamentos contábeis em uma determinada conta, sendo R$ 10.000,00 normal, R$ 10.000,00 societário e R$ 5.000,00 fiscal, o saldo da conta era considerado como R$ 25.000,00, já pelas novas regras quando emitido o saldo societário o sistema emitirá R$ 20.000,00 e para o saldo fiscal o valor de R$ 15.000,00, por isso da importância de alterar os tipos dos lançamentos para que o sistema considere da mesma forma.

Recalcular Saldos Contábeis

Após ajustar os tipos de lançamentos, o usuário deverá rodar a rotina de Recalcular Saldos Contábeis, para que o sistema gere novamente o arquivo de saldos já considerando os tipos de lançamentos, a partir deste momento os saldos contábeis passam a serem ajustados de acordo com a informação do tipo do lançamento contábil.

Os lançamentos contábeis com tipo de lançamento Fiscal serão excluídos do arquivo SaldoCTB e passarão a fazer parte do arquivo SaldoCTBFis.

O processo de recalcular saldos contábeis não deve ser interrompido em hipótese alguma pois se isto ocorrer irá danificar todos os lançamentos contábeis, aconselhamos também a rotina de backup da base antes de rodar o processo de recalculo.

Esta rotina tem alguns pontos que devem ser vistos antes de executar:

1º Corrigir tipo dos lançamentos: existe a rotina em utilitários>lançamentos contábeis>corrigir lançamentos. Esta rotina pode ser feita por empresa. Se a empresa não controla depreciação Fiscal/Societária ainda, os lançamentos devem ser transferidos para Tipo de Lançamento Normal. Caso prefiram, podemos alterar todos os lançamentos de todas as empresas para Lançamento Normal, se todas não tiverem ainda este controle, via SQL.

2º Rodar a rotina de Recálculo de Saldos em Utilitários>Saldos Contábeis>Recalcular Saldos Contábeis. Esta rotina é feita por empresa.

- Ninguém poderá estar fazendo lançamentos contábeis na empresa, no momento da execução da rotina para ela.

- O procedimento por vezes é demorado, mas se a demora ocorrer em todas as empresas, avisar o suporte. Em momento algum o procedimento pode ser interrompido.

3º Conferência dos valores do balancete. Caso haja diferença, iremos analisar o motivo por meio do backup que existe antes da versão 102. Porém, pegamos apenas dois casos com problema, por não terem seguido os passos acima.

Antes de executar a rotina, confirmar com o responsável se existe o backup de antes da atualização para a versão 102.

 

IMPORTANTE: Configurar a rotina para gerar backup automático, caso exista dúvidas, entrar em contato com o suporte para que tenham a orientação correta.